Categoria: Saúde

Microagulhamento

Hello amores!

Aposto que a maioria de vocês já ouviu falar sobre a técnica de microagulhamento que, com o auxílio de agulhas muito finas, estimula o colágeno da pele e atenua sinais de envelhecimento, né? Bom se nunca ouviram falar, ou se já viram/leram algo a respeito ou ainda: viram alguma foto com alguma pessoa completamente ensanguentada depois de ter se submetido a tal tratamento e ficaram horrorizadas – eu confesso que eu fiquei quando vi uma vez – esse post é PARA VOCÊ!

A técnica do microagulhamento ou a indução percutânea de colágeno (IPCA), é realizada, com o auxílio de um equipamento chamado roller, que tem cerca de 200 agulhas, facilitando a aplicação, (calma, não se assustem), tem atraído muito a atenção das pessoas que apostam em tratamentos clínicos ou estéticos para cuidar da beleza da pele, pois pode tratar diversos aspectos da pele, especialmente facial, ou seja: o tratamento é realizado através de dispositivos compostos por pequenas agulhas que causam microperfurações na pele e seu PRINCIPAL objetivo é a indução percutânea de colágeno, a angiogenese (criação de vasos sanguíneos novos) e um aumento da vasodilatação, fazendo com que haja uma melhora de oxigenação e nutrição nos tecidos.

As indicações do tratamento são diversas, mas as principais são:

  • Redução do melasma;
  • Redução de cicatrizes de acne;
  • Redução de rugas;
  • Redução/melhora de estrias;
  • Melhora de poros e textura da pele;
  • Redução de cicatrizes traumáticas e/ou cirúrgicas.

Vale ressaltar que o microagulhamento pode ser utilizado tanto no rosto, como em outras partes do corpo como em regiões com estrias.

Mas enfim, não estou escrevendo sem que eu tivesse me submetido a essa técnica e a responsável por tal feito, foi a minha esteticista, a Andressa Santos Massoterapeuta que atende aqui em Blumenau e aplicou o microagulhamento no meu rosto faz 15 dias.

Como é feito o microagulhamento?

Uns dias antes do microagulhamento, a Andressa fez um peeling antiaging para afinar na pele do meu rosto a fim de prepará-la para a técnica com as agulhinhas…meu medo crescia dentro de mim…

No dia do microagulhamento, ela aplicou pomada anestésica no rosto todo, esperou 30min e VOILÀ: começou a passar o roller com nada mais nada menos que 540 agulhas de 0,5mm e MEU MEDO PASSOU – glória Deus – pois não doeu nada perto do que imaginei! Durante o procedimento é aplicado um produto antiaging e clareador para melhor absorção e resultado.

Microagulhamento dói?

Então, é claro que é super relativo. Não vou dizer que não doeu, pois eu estava “naqueles dias” quando fiz então estava mais “sensível, mas claro que a pomada ajudou. Mas no geral é beeeem suportável. Dermatologista tbm faz micro, óbvio, porém com agulha 3.0 e que deve ser feita com sedação do paciente, e feita por médico em centro cirúrgico.

Resultados: o que esperar do microagulhamento

O pós da IPCA é geralmente tranquilo, com mínimo desconforto. A redução das manchas e a melhora da qualidade da pele são vistas nos primeiros 15 a 30 dias. O auge da produção de colágeno induzida pela IPCA é em torno de 3 meses, quando vemos a melhora de rugas, cicatrizes e estrias. E eu que antes tinha uma pele MEGA RESSECADA está atulamente MEGA SEDOSA, e olha que tomo banho no chuveiro quente – mas beeeem quente!

Assim amores, sorry o textão, mas o assunto rende muito, mas no geral, o microagulhamento faz renascer a pele, depois que fiz, JURO, ela está outra, lisinha, macia e olhem que sou relaxada em passar cremes e afins, já fui mais certinha…!

Espero que o post tenha esclarecido as dúvidas caso alguém tinha, e fica aqui o contato da Andressa para vocês caso queiram fazer um microagulhamento ou qualquer outro tratamento estético!

Beijos
Anna

contato: 9 8823-4734

Categoria: Saúde

MOTIVAÇÃO PARA SEUS TREINOS

Começar uma rotina de atividades físicas não é fácil! É algo novo, que você nem sempre consegue aquela horinha do dia para se dedicar. Além de suas atividades diárias (trabalho, casa, filhos, lazer) você irá incluir mais uma atividade que no começo não será tão prazerosa e nem sempre é algo tão desejado. A motivação inicial muitas vezes são aquelas gordurinhas indesejadas, ou o médico que insiste em dizer “você tem que mudar”.

Depois que você realmente inicia sua rotina de atividades, o maior desafio é mantê-la. Sair do trabalho e manter o foco em meio à tentação de happy hour com amigos; encontrinhos; ou simplesmente conseguir equilibrar estas e outras atividades requer controle mental, disposição e organização. Um mundo de possibilidades lhe separam do caminho entre seu trabalho e a academia (que pode ser a quilômetros de distância ou simplesmente do lado).

Vamos às dicas? Como manter-se motivado?

  • Tenha muita clareza em suas metas: aonde quer chegar (exemplo: emagrecer, quantos quilos, em quanto tempo?).
  • Tenha aliados: personal trainer, nutricionista, psicóloga, amigos que lhe colocam para frente e não deixam você faltar nas aulas.
  • Evite se boicotar: ah, só mais hoje; ah, só mais um pedacinho; ah, mas só vou faltar hoje; ah amanhã eu vou.
  • Comece sua semana com organização: caso tenha que faltar em sua aula converse com seu personal trainer para possíveis recuperações se possível na mesma semana. Manter sua frequência semanal (2x, 3x, etc) é muito importante para a motivação.
  • Não falte em sua aula: mesmo que esteja cansado, após um dia de trabalho. Vá para sua aula e converse com o personal para possíveis adaptações. Faça! Mesmo que seja uma aula leve!
  • Estabeleça datas para avaliações físicas: é importante manter o monitoramento e assim você segue firme em suas metas
  • Procure outras formas de motivação: emagrecer, ganhar massa muscular, definição, é muito bom; mas quando você estabelece outras metas para sua vida você encontra mais sentido para suas atividades. Um exemplo são as corridas ou atividades de bike que vem ganhando espaço com o público. São momentos divertidos entre amigos que você para a ter novos desafios. Treine para este desafio, e ao final, a sensação de vitória será incrível!
  • Não desanime no primeiro obstáculo: lembre-se que todos temos problemas e o grande desafio é manter-se ativo quando estamos no meio da tempestade.
  • O gramado do vizinho é sempre mais verde: lembre-se, todo mundo tem problemas, e devemos aprender a organizar nosso dia e vencer nossas tarefas independente do que aconteça!

 Fique à vontade para maiores dúvidas: estou à disposição!

Forte abraço!

Michele Gonçalves

Personal Trainer – Cref 8490G/SC 

Estúdio META Personal Trainer

Categoria: Saúde

Enxerto Gengival

Hello amores!

Há exatos 1 mês, estive pela primeira vez no Instituto Rafael Evaristo aqui em Blumenau com um objetivo completamente diferente do qual eu buscava. Eu havia ido até o instituto para saber e entender como “funcionam” as lentes de contatos dentais pois já acompanho o trabalho do Dr. Rafael a um tempinho pelas redes sociais e pude perceber o qiuanto ele é super transparente e competente em seu trabalho. Ninguém me indicou, fui na verdade ganhando confiança nele através dos posts e informações que ele publicava sobre diversos tratamentos dentários.

Eis que minha simpatia por ele e de toda equipe já foi de cara. Massssssssssssss, e aí? Esclareci minhas dúvidas sobre as lentes? Sim. Massssssssssssss acontece que a pessoa aqui, tinha um “pequeno” probleminha dentro da boca… há alguns anos eu sofria de retração nas gengivas (ou recessão), que nada mais é que o deslocamento da gengiva e que provocam a exposição da raiz do dente, e podem acontecer por diversos motivos como: escovação traumática (meu caso) devido a uma fricção forçada de escova com cerdas duras, inflamação da gengiva por acúmulo de tártaro e placa bacteriana; trauma oclusal que é uma força sobre os dentes ocasionada devido ao mau posicionamento dos mesmos; restaurações dentárias com excesso nas margens ou até mesmo movimentações ortodônticas realizadas de forma errônea e intempestiva.

A Retração Gengival, além de expor o colo dos dentes, pode provocar muita sensibilidade nos mesmos, pois a raiz dental é formada apenas por dentina que é um tecido extremamente sensível ao frio, calor, doce e fricção das cerdas das escovas. Eu sofria MUITOOOOOOOOOOOOO, vocês não tem noção. Comer chocolate, beber água gelada era quase que uma força tarefa de cuidados que tinha que ter pois senão o incômodo era absurdamente insuportável.

E foi aí que o Dr. Rafael me propôs fazer a cirurgia de enxerto de gengiva. Oi? Pois então….esquece as lentes por enquanto! Nunca pensei que esse tipo de cirurgia existisse, na verdade nunca fui atrás pois pensava que viveria com essa exposição da raiz de alguns dentes FOREVER e que tava tudo certo, pois já estava acostumada mesmo a cuidar com a sensibilidade e evitar água ou líquidos mega gelados!

Pois bem, cirurgia marcada lá fui eu! No momento que cheguei ao Instituto, tomei um remedinho que me daria sono e fiquei esperando o soninho chegar bem linda sentada numa poltrona que eu super desejei ter em casa! Após o sonolência, me encaminharam para a sala do Dr. Rafael e NÃO LEMBRO DE MAIS NADA! Lembrando que numa cirurgia igual ou semelhante a esta, eles já avisam que você precisa ter alguém para lhe buscar.

Cirurgia feita, hora de voltar para casa e tomar os devidos cuidados orientados pela equipe. Uma semana após a cirurgia tem a retirada dos pontos AO REDOR dos dentes e 1 mês depois dos pontos na gengiva. A recuperação é idêntica (eu achei) a retirada de siso. Bem tranquilo!

Agora, para quem quiser fazer esse procedimento, é claro, indico o Dr. Rafael Evaristo, que me explicou que o enxerto gengival é utilizado para tentar reconstruir uma área da boca que sofreu com a retração gengival. Para reduzir o efeito do problema, normalmente a melhor opção é o enxerto, que é retirado do palato (céu da boca) do próprio paciente. A retirada do material é feita com anestesia local e a pessoa não sente dor, somente um leve desconforto.

Bom, chega de falar, e vamos ver o ANTES e o DEPOIS:

Reparem nas duas imagens: o antes (primeira foto), as raízes dos meus dentes expostas, meu canino parecendo um “caninão” de tão comprido e na imagem do depois (segunda foto), a excelência na cirurgia!

Hoje sou muito grata ao Dr. Rafael e a toda a sua equipe que desde a minha primeira ida ao Instituto me deixaram super a vontade e saí de lá super confiante e certa que daria TUDO certo! Logo faremos novos procedimentos e eu contarei tudo aqui pra vocês! Abaixo os contatos para quem se interessar por este ou outro procedimento que eles atendem:

Instituto Rafael Evaristo
Rua: Marechal Deodoro 101, Velha, Blumenau – SC
Contato: (47) 3330-1279

Beijos
Anna