Categoria: Cultura Pop

Dicas de Livros de Moda

Hello amores!

Andei pesquisando para saber quais são os livros de moda essenciais para quem “coleciona” assim como eu, além de serem ótimos para aumentar meu conhecimento sobre estilistas, história da moda, tendências e várias coisa que envolvem o mundo fashion.

Oscar de La Renta

Romântico chic, ele foi protagonista dos tapetes vermelhos. Conquistou o guarda-roupa de primeiras-damas, atrizes e celebridades, como Audrey Hepburn, Jacqueline Kennedy, Hillary Clinton, Sarah Jessica Parker, Rihanna e Penélope Cruz.

A primeira retrospectiva da vida e dos 50 anos de carreira de Oscar de La Renta (1932-2014) engrandece o De Young Museum, de São Francisco, nos Estados Unidos, até 30 de maio, com mais de 120 produções do estilista. De quebra, o catálogo da exposição coroa a homenagem: em 280 páginas, o livro é, nas palavras dos editores, um “levantamento histórico” dos trabalhos ilustres de Oscar.

Além de reunir as peças expostas em São Francisco, as páginas trazem desenhos, fotos de bastidores das passarelas, ensaios para revistas de moda e muita informação em textos que revelam traços da vida pessoal e profissional do designer, sua relação com a arte, a fotografia e a imagem da mulher moderna. É para cair de amores.




Oscar de La Renta, Prestel Publishing, R$ 240.

John Galliano

Entre altos e baixos, a carreira de John Galliano nunca decepciona quando o assunto é excentricidade. O espectro de estranheza e fantasia que envolve o trabalho do britânico sai das passarelas para as páginas ilustradas do novo livro de David Foy – autor com clara preferência por figuras polêmicas, como Lady Gaga e Madonna, sobre quem organizou livros de fotos com a trajetória das divas.

Do primeiro desfile, na prestigiada Saint Martins College of Art and Design, em Londres, às passagens pelas grifes Givenchy e Dior, a publica- ção relembra momentos icônicos e controversos, como as coleções Americana Meets Orient, no outono/inverno de 1997, e Haute Homeless, na primavera/ verão de 2000.

O livro é certeiro ao descrever o legado do estilista: “Galliano será lembrado como um gênio criativo imperfeito, mas humano”.

 


Galliano: Fashion’s Enfant Terrible
, Unicorn Press, R$ 88.

Issey Miyake

A sensibilidade do estilista japonês Issey Miyake captou que doses certas de tecnologia e tradição o levariam ao rompimento de paradigmas. “Quero ir para a frente, quebrar os moldes”, disse em entrevista ao jornal Te New York Times em 1983.

E assim foi: suas criações, quase poéticas, atingiram o equilíbrio entre praticidade e sofisticação – como os então inovadores plissados, que introduziu na década de 1980, com a coleção Pleats Please. Um pouco mais dessa história (e toda a linha do tempo da carreira do designer) está no livro Issey Miyake, catálogo da exposição homônima em cartaz até junho no museu The National Art Center, de Tóquio.

A publicação, da editora britânica Taschen, também traz o olhar do fotógrafo Yuriko Takagi sobre as inven- ções de Miyake, em um ensaio impressionante, que capta a essência do estilista japonês: aproximar o dia a dia do inimaginável.

Issey Miyake, Taschen, R$ 250.

Boa leitura!

Beijos
Anna

Deixe seu comentário